22 de junho de 2024
Av. João Ferreira, 555 – Centro
Geral

Alunos de Água Branca participam da primeira fase da OBMEP 2018

Alunos da rede municipal de ensino de Água Branca fizeram, nesta terça-feira (5), a prova da primeira etapa da 14ª Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). A prova é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

De acordo com a secretária municipal de Educação, Cleidimar Tavares, participaram da prova alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. “Os alunos das escolas Adelaide Rosa, Ennes Fonseca e Joaquim Calado participaram da prova este ano. Tivemos um período de preparação, quando estimulamos a participação das nossas crianças em olimpíadas do conhecimento, oferecemos aulas de reforço e aplicamos simulados”, diz.

 

O prefeito de Água Branca, Jonas Moura, ressalta o bom desempenho dos alunos do município em olimpíadas do conhecimento. “Nossa gestão tem a educação como uma das prioridades. Além de garantir um ensino de qualidade, nos preocupamos com atividades do contraturno escolar, isso inclui sua participação nessas provas. Somos o município piauiense com o maior número de medalhas de ouro na Olimpíada de Astronomia 2017, tivemos ótimo resultados em edições anteriores da OBMEP. Vamos continuar estimulando nossos alunos pelo caminho do estudo”, afirma.

 

A coordenadora municipal da OBMEP, Neyla Siqueira explica os objetivos da olimpíada. “Essa prova visa estimular e promover o estudo da Matemática; contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica, possibilitando que um maior número de alunos brasileiros possa ter acesso a material didático de qualidade; identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso em universidades, nas áreas científicas e tecnológicas; incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas públicas, contribuindo para a sua valorização profissional; contribuir para a integração das escolas brasileiras com as universidades públicas, os institutos de pesquisa e com as sociedades científicas e promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento”, finaliza.